quarta-feira, 11 de dezembro de 2019

Visitas de Estudo - 9.º A e 9.º D - Museu Amadeo de Souza-Cardoso

Visitas de Estudo - Museu Amadeo de Souza-Cardoso
Fotografias de Anabela Matias de Magalhães

Visitas de Estudo - 9.º A e 9.º D - Museu Amadeo de Souza-Cardoso

É um ritual que cumpro religiosamente - aluno que passe pela minha sala de aulas, no 9.º ano de escolaridade, só não visitará o "nosso" museu se acontecer qualquer coisa de estapafúrdio... a eles... ou a mim. Costumo é servir-lhes este nosso famoso conterrâneo de sobremesa, depois de falarmos em sala de aula do contexto da época vivida por Amadeo, de todas as vanguardas artísticas e de todos os ismos surgidos nos inícios do século XX, coisa que, este ano, não me foi possível cumprir. Assim sendo, tivemos um Amadeo de aperitivo para o que chegará não tarda nada, e que será abordado numa das próximas aulas de História que serão dedicadas, em exclusivo, à História da Arte propriamente dita.
Com efeito, escrevi eu um dia "a matéria de 9.º ano pede encarecidamente que calcorreemos esta calçada amarantina, para baixo e para cima, porque nada melhor do que ver as vanguardas artísticas do início do século XX no sítio onde elas estão guardadas, percorridas que foram, muitas delas, pelo nosso nome maior da pintura portuguesa, o nosso querido Amadeo. Amadeo percorreu diversos ismos, depois de se ter dedicado à caricatura, e foi futurista, cubista, abstraccionista, fauvista... acima de tudo foi ele próprio e por isso triunfou, tal como ele queria, sem soçobrar!
Sempre que lecciono nono ano, não falho a organização de visitas de estudo ao Museu Amadeo de Souza-Cardoso, visita que integra o Plano Anual de Actividades do Agrupamento de Escolas de Amarante. De facto, o modernismo do início do século XX faz parte integrante da matéria leccionada neste último ano do 3.º ciclo de escolaridade e, ademais, o museu está apenas à distância de uns passos a pé pelo centro histórico de Amarante, tão belo e pitoresco, e está apenas à distância de um levantamento de rabo da cadeira da sala de aula... isto para quem gosta de dar aulas sentado, o que não é, manifestamente, o meu caso. Já aqui referi a estranheza e a tristeza que sinto sempre que tenho turmas de 9.º ano que à pergunta "Quem nunca visitou o Museu Amadeo de Souza-Cardoso?" respondem com muitos deditos no ar pertencentes a gente em formação acelerada, que não sabe se o interior do museu é branco ou é preto e que não faz a mais pequena ideia da riqueza e importância do seu recheio."

Ontem e hoje vim especialmente feliz. Ontem e hoje não houve dedos no ar. Ontem e hoje o Professor Antero de Alda esteve entre nós, recordado pelos alunos que também foram seus um dia e que não esqueceram a visita que fizeram a este espaço no já longínquo sétimo ano de escolaridade...
Ontem foi dia de visita para o meu 9.º D e hoje acompanhei o meu 9.º A. Ontem, os meus alunos foram conduzidos e acompanhados pelo dr. Daniel Ribeiro e hoje pela dr. Teresa Paiva. Em todas as visitas encontro a mesma simpatia de sempre, o mesmo caloroso acolhimento, o mesmo exemplar profissionalismo.

Por fim, aqui deixo um documentário sobre Amadeo. Voltaremos a ele não tarda nada!

Sem comentários:

Publicar um comentário